SEJA BEM VINDO

O Portal Buriti agradece sua visita. Volte Sempre.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

REGIÃO - APROVADOS EM CONCURSO PÚBLICO DE ANAPURUS EM 2016, CONTINUAM A REIVINDICAR OS SEUS DIREITOS DE NOMEAÇÃO E VEREADORES OPOSICIONISTAS APOIAM A CAUSA

MAIS UMA VEZ, NA MANHÃ DE HOJE (24), DEZENAS DE APROVADOS DA CIDADE DE ANAPURUS E CIRCUNVIZINHAS, COMPARECERAM NA CÂMARA MUNICIPAL, EM BUSCA DE APOIO PARA QUE SEJAM NOMEADOS E LOTADOS EM SEUS CARGOS.
Por: Blog da Rayssa Araújo

O sofrimento Continua...

O maior concurso de Anapurus com mais de 7.450 inscritos, esta sendo desprezado pela a atual gestão de Anapurus, pois a mesma virou as costas para os 208 aprovados deste concurso que reuniu candidatos das mais diversas regiões e estados.

Esse grupo de concurseiros dedicados e aprovados clamam

pra terem seus direitos assegurados.

Aprovados no concurso público da Prefeitura Municipal de Anapurus, denunciaram aos vereadores da oposição, que ainda não foram nomeados. Enquanto isso, segundo eles, a Prefeita Vanderly Monteles, está contratando e renovando contratos de servidores temporários.

Segurando cartazes de protesto, os manifestantes pediam que os vereadores pressionassem a prefeita ou o presidente da câmara a chamar os aprovados no concurso, cujo resultado foi divulgado no final do ano de 2016.
O grupo de aprovados pretendem acionar o Ministério Público para que a prefeita seja obrigada a nomear os aprovados. O presidente da Câmara, por sua vez, disse que isso não teria nada haver com eles e que não iria resultar de nada.

Enquanto o governo não dar a devida importância a cada pessoa que se dedicou que estudou e obteve sua aprovação, esses bravos concurseiros lutam por seus direitos e clamando pelo olhar das autoridades competentes

Vereador

Da tribuna da Câmara, a Vereadora Rozeane e Leovana (PSD), defenderam a luta dos candidatos. Para elas, a atitude de contratar temporários é ignomínia. “Estamos aqui pelo povo, pro que der e vier, fui eleita pra fazer isso, cobrar o direito do cidadão." : destacou Vereadora Rozeane.  
Já a Vereadora Leovana, também criticou com defesa ao povo dizendo " Sou Vereadora para cobrar e fiscalizar, e se erros existem devem ser mencionados e enxergados e cobrados".


Concurseiros agradecem pela motivação e força de trabalho em equipe pelas suas representações e pela grande persistência. Que seus esforços continuem lhes dando bons frutos. 

Aos concursados não resta alternativa, precisam unir-se, fortalecer-se para enfrentar os monstros que estão tirando seus direitos. O choque de gestão de Vanderly, nesse inicio de governo foi podar os direitos de várias pessoas que tentou honestamente conseguir um emprego através de um concurso público.

Lamentamos muito o massacre que essa gestão está promovendo de forma premeditada tirar os direitos daqueles que estudaram para ser aprovado num concurso.

Alguns concursados perderam a crença na justiça diante do silêncio cúmplice. 


Carta Aberta


"Tanto quanto um direito, o direito ao trabalho é definido em nosso ordenamento jurídico, como dever: direito do cidadão-dever do estado. Do direito nascem prerrogativas próprias das pessoas em virtude das quais elas passam a gozar de algo que lhes pertence como tal. Do dever nascem obrigações que devem ser respeitadas tanto da parte de quem tem a responsabilidade de efetivar o direito como o estado e seus representantes, quando da parte de outros sujeitos implicados nessas obrigações. Se a vida em sociedade se torna impossível sem direito, se o direito implica em um titular do mesmo, há, ao mesmo tempo, um objeto do direito que deve ser protegido por lei. No nosso caso, amigos e cidadão Anapuruense, queremos apenas o comprimento do direito de ser efetivados e nomeados em nosso cargos, legalmente formalizados por meio de concurso legal. Este concurso foi formalizado e legalmente aplicado, digo legalmente aplicado!!! no dia 09 de outubro de 2016, foi aplicada a prova, Homologação 23 de dezembro, e registrado  em diário oficial do estado do MA no dia 28 de Dezembro de 2016, e nada encontrado de ilegal neste concurso. O que queremos não será muito para cidade, mas teremos muito a oferecer através de nossas experiências. A cidade não perde, só ganhará advogados,  profissionais especializados na educação, no esporte, na saúde. A economia local crescerá, a cidade terá mais turismo e infraestrutura, etc. Hoje, praticamente não há país no mundo que não garanta, em seus textos legais, o direito de acesso legal a uma efetivação justa através de um concurso justo. Passamos legalmente neste certame, queremos apenas ser chamados para assumir nossos cargos de direito. Nomeação já."(Autores: Loide, Tatiane, Romário, Jorge)

Nenhum comentário:

Postar um comentário