SEJA BEM VINDO

O Portal Buriti agradece sua visita. Volte Sempre.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

BRASIL - EXECUTIVO DA YOKI FOI DECAPTADO AINDA VIVO , DIZ LAUDO

Laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Cotia, cidade da região metropolitana de São Paulo onde foram encontrados pedaços do corpo de Marcos Matsunaga, aponta que o executivo da Yoki foi decapitado quando ainda estava vivo.  A informação contradiz a versão apresentada por Elize Araújo Matsunaga, assassina confessa do marido.

Segundo o documento, o executivo foi morto por um tiro associado à "asfixia respiratória por sangue aspirado devido à decapitação", atestando que Matsunaga ainda respirava quando teve a cabeça cortada pela mulher.

O laudo aponta ainda que que o tiro foi disparado de cima para baixo, da esquerda para direita e bastante próximo, encostado, com vestígios de pólvora no rosto da vítima.

Na versão deu à polícia, Elize diz ter disparado em Matsunaga após uma discussão sobre uma suposta traição dele. Ela teria, ainda, esperado 10 horas e depois o levado para o quarto de empregada. Lá teria cortado os membros inferiores e superiores do marido, rasgando as cartilagens. Em seguida, disse ter cortado o tronco e a cabeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário